fbpx
Agende sua consulta agora

PAI – OS CUIDADOS NECESSÁRIOS COM NOSSO HERÓI

Compartilhe este conteúdo

O dia dos pais está chegando e sem dúvida umas das nossas maiores preocupações é o bem-estar físico do nosso herói. Mas, sabemos que existem alguns assuntos que deixam os homens relutantes e um deles, sem dúvida, é a visita ao médico. Lamentavelmente, essa falta de atenção com a própria saúde faz com que, muitas vezes, eles se deparem com problemas que poderiam ter sido tratados em estágio inicial ou evitados com simples check-ups de rotina. Segundo o IBGE, essa falta de cuidados afeta diretamente na expectativa de vida do homem que é de 72,8 anos, enquanto que a das mulheres é de 79,9 anos.

Envelhecer é um processo normal, mas isso deve acontecer de maneira natural e sem patologias que possam afetar a qualidade de vida. Por essa razão, os cuidados com a saúde devem começar cedo e a ida ao médico, em visitas periódicas, devem se tornar um compromisso ao longo da vida.

DOS 13 AOS 20 ANOS

Nesse período de transição do adolescente fase a vida adulta, a preocupação dos pais deve se voltar à orientação sobre o início da vida sexual e ao uso de preservativos para prevenir doenças sexualmente transmissíveis e uma gravidez indesejada. Além disso, os especialistas esclarecem que em se tratando de um rapaz saudável, antes dos 20 anos de idade, não existem maiores preocupações com a saúde, já que doenças mais sérias são mais difíceis de aparecer nessa idade e que existe somente a necessidade de fazer exames de rotina, como sangue e urina.

No entanto, A partir dos 15 anos, os homens devem fazer o autoexame dos testículos e observar a região para constatar a alterações como nódulos, veias protuberantes ou crescimento anormal do testículo, pois a incidência para o câncer de testículo é grande nessa idade.

DOS 20 AOS 30

Nesse período não existem grandes mudanças no organismo do homem, no entanto, principia-se a necessidade de dar mais atenção aos exames que detectam doenças sexualmente transmissíveis, como HIV e hepatite B, pois essa é a fase onde a atividade sexual é plena. Essas são doenças requer rápido diagnostico para que o tratamento possa aumentar as chances de o paciente ter uma vida saudável e com o mínimo de sintomas.

O estilo de vida também determina muito as necessidades de atenção e cuidados a saúde, pois existem patologias que são adquiridas com maus hábitos alimentares, vícios e até mesmo o sedentarismo. Por isso, nessa fase, alguns exames tornam-se necessários em um check up:

  • Colesterol e triglicerídeos
  • Dosagem de hormônios da tireoide
  • Exame de urina
  • Glicemia em jejum
  • Hemograma
  • Radiografia de tórax
  • Sorologia para DSTs
  • TGO e TGP (função hepática)
  • Ultrassom abdominal

Para que possamos compreender a importâncias dos exames, seguem algumas patologias que são diagnosticas nos dois mais solicitados.

HEMOGRAMA

O hemograma pode auxiliar no diagnóstico de uma grande variedade de doenças e problemas de saúde, tais como:

  • Alterações do sistema imunológico,
  • Câncer,
  • Doença cardíaca,
  • Hemorragias,
  • Processos infecciosos e inflamatórios,
  • Reações a medicamentos e tratamentos.

URINA

A presença de elementos anormais no sedimento urinário deve estar relacionada a algum tipo de doença do sistema urinário ou doenças sistêmicas. Sendo assim, o exame pode detectar:

  • Desidratação,
  • Diabetes,
  • Doenças por defeitos metabólicos,
  • Hipertensão arterial,
  • Infecções renais (pielonefrites),
  • Infecções urinárias baixas (cistites),
  • Litíase renal (pedras nos rins),
  • Nefrites,
  • Tumores.

DOS 30 AOS 40 ANOS

Com o avanço da idade nos tornamos mais propensos a algumas doenças e, infelizmente, patologias relacionadas ao estilo de vida e hereditariedade tornam-se mais comuns. Além disso, os hábitos citados acima, o estresse da vida profissional também passa a contribuir significativamente no comprometimento da saúde. Portanto, antecipar-se a possíveis patologias torna-se cada vez mais necessário e por essa razão, os check ups passam a ser aliados indispensáveis.

Exames como o hemograma, urina e outros que são recorridos para analises periódicas de indicadores que possam alertar quanto a patologias comuns a essa faixa etária passam a ser imprescindíveis, principalmente para homens com histórico de obesidade, diabetes, hipertensão ou aqueles que não dispensam saber sobre seu estado de saúde.

DOS 40 AOS 50 ANOS

Infelizmente, o derrame e o ataque cardíaco está se tornando uma ameaça para homens nessa faixa etária, principalmente porque estão relacionados ao estilo de vida. Avaliar o fluxo de sangue e buscar o aparecimento de coágulos e oclusões nas artérias passa a ser indicado e isso torna a visita ao médico um compromisso anual para que os riscos possam ser reduzidos ou até mesmo extintos. Além do mais, após os 40 começam os distúrbios hormonais e o acompanhamento por especialista apto ao tratamento dessas alterações também é necessário. Além dos exames de rotina, é fundamental acrescentar os seguintes:

  • Dosagem de PSA,
  • Dosagem de testosterona,
  • Eletrocardiograma,
  • Exame de próstata (toque retal).

No entanto, se o homem possui histórico familiar relacionados com problemas cardíacos ou circulatórios, é indispensável acrescentar:

  • Ultrassom das carótidas,
  • Ecocardiograma,
  • Raio-x do tórax e
  • Ultrassom do coração.

É também nessa época da vida do homem que podem surgir distúrbios no desempenho sexual. Dificuldade em ter e manter ereções e a ejaculação precoce. O fato deve ser relatado ao Urologista, pois a maioria dos casos é resolvida com tratamento clinico.

ACIMA DOS 50 ANOS

Com o avanço da idade, o número de células em nosso organismo diminui e algumas funções são afetadas. Essa estrutura microscópica que formam cada parte de nosso corpo, infelizmente perde a capacidade de se renovar e isso acarreta em perda de massa muscular, densidade óssea, de neurônios, entre outras. Por isso o acompanhamento médico no transcorrer de uma existência é de suma importância, pois pode garantir uma terceira idade com qualidade de vida.

Além de todos os cuidados já mencionados, a partir dos 50 anos, é indicado realizar anualmente exames para detectar o câncer de próstata, pois é nesta fase que o risco da doença aumenta. O Urologista irá buscar meios de prevenir e diagnosticar precocemente o câncer e essa avaliação se dá com os seguintes exames:

  • Toque retal,
  • Ultrassonografia,
  • Exame de sangue (PSA),
  • Colonoscopia.

É válido mencionarmos que, com o tempo, lesões não tratadas, podem acarretar no surgimento de câncer no cólon e no reto e por isso, mesmo sem patologias aparentes, o exame abaixo também deve ser feito nessa fase.

  • Pesquisa de sangue oculto nas fezes

Outro de grande importância, pois ele pode auxiliar no diagnóstico de glaucoma, degeneração macular, retinopatia diabética, oclusões vasculares, retinopatia hipertensiva e edema de disco-óptico, entre outras, é o:

  • Exame de fundo de olho

Com base em tudo que foi descrito, percebemos que a prevenção é imprescindível quando se objetiva envelhecer com qualidade de vida. Existem diversos males silenciosos que agravam com o passar dos anos e, por essa razão, temos que incentivar nossos pais a ter um acompanhamento médico, pois vê-los com saúde e sempre bem dispostos nos deixa muito felizes.



Deixe uma resposta