fbpx
Agende sua consulta agora

OS SINTOMAS DO CÂNCER DE PELE

Compartilhe este conteúdo

O câncer de pele é o crescimento descontrolado de células anormais na epiderme, a camada externa da pele, causado por danos ao DNA não reparados que desencadeiam mutações. Essas mutações levam as células da pele a se multiplicar rapidamente e formar tumores malignos. O câncer de pele é o mais comum, e muitas vezes, não menos implacável. Por ser visível, ele pode ser percebido precocemente em uma análise da própria pele, antes que se torne perigoso, desfigurante ou mortal.

 OS SINTOMAS MAIS COMUNS:

  • Área com inchaço ou coceira,
  • Áreas planas que são brancas ou amarelas claras que parecem cicatrizes,
  • Caroço com pequenos vasos sanguíneos na superfície,
  • Caroço ou área que coça, está irritada ou dolorida,
  • Caroço que parece uma verruga,
  • Lesão que está incrustada ou sangra facilmente,
  • Lesão que não cicatriza ou reaparece depois de cicatrizar,
  • Manchas vermelhas ásperas ou escamosas com uma borda irregular,
  • Manchas vermelhas escamosas em relevo,
  • Massa rosa com bordas elevadas e centro recuado,
  • Massas elevadas com centro recuado,
  • Massas pequenas, lisas e brilhantes de cor branca perolada, rosa ou vermelha.

OS TIPOS MAIS COMUNS DE CÂNCER DE PELE

CARCINOMA BASOCELULAR (CBC)

Esse tipo de câncer de pele é o mais comum e começa nas células basais, que estão na camada mais profunda da epiderme (a camada superior da pele), além de raramente ser mortal, ele também não se dissemina além de seu local de origem.

O CARCINOMA BASOCELULAR PODE APARECER COMO:

  • Uma protuberância perolada ou cerosa,
  • Lesão plana, cor de carne ou semelhante a uma cicatriz marrom,
  • Uma ferida sangrando ou com crostas que cura e retorna.

CARCINOMA ESPINOCELULAR (CEC)

Também um dos mais comuns cânceres de pele. No entanto, ele também pode aparecer nas mucosas da garganta, boca, colo do útero, vagina e pênis.

MELANOMA 

Esse tipo de célula cancerosa geralmente aparece entre os melanócitos (células produtoras de melanina, substância que determina a cor da pele). Após se agruparem, elas formam manchas e manchas de pigmentação, e são mais frequentes em adultos brancos. O melanoma pode se manifestar em qualquer parte do corpo, na pele ou mucosas, na forma de manchas, pintas ou sinais.

OS SINAIS DE MELANOMA INCLUEM

  • Lesão com uma borda irregular e porções que aparecem em vermelho, rosa, branco, azul ou preto-azulado;
  • Lesão dolorosa que coça ou queima;
  • Lesões escuras nas palmas das mãos, plantas dos pés, pontas dos dedos das mãos ou dos pés, ou nas membranas mucosas que revestem a boca, nariz, vagina ou ânus;
  • Mancha grande e acastanhada com manchas mais escuras em sua borda ou centro.

CARCINOMA DE CÉLULAS DE MERKEL (MCC)

Esse é um tipo raro de cancro, surge habitualmente após os 50 anos e se espalha rapidamente. Ele é comum em indivíduos de pele clara, com história de exposição prolongada ao sol, ou em doentes imunodeprimidos.

As Células de Merkel são células normais da epiderme, a camada externa da pele. Embora nem todas as funções destas células sejam conhecidas, há evidências que elas transmitem ao cérebro informações relacionadas ao toque. Embora estejam presentes na pele humana em vários locais do corpo, podem ser encontradas em maior quantidade nas pontas dos dedos, lábios ou rosto, onde a sensação de toque é mais aguda.

COMO DETECTAR O CÂNCER DE PELE PRECOCEMENTE

Quanto mais cedo o câncer for percebido, mais fácil será curar. Portanto, adquira o hábito do autoexame e procurar em sua própria pele possíveis alterações. Aprenda a identificar os sinais da doença, e se você detectar algo que simplesmente não parece certo, leve ao seu dermatologista o mais rápido possível.

  • Observe-se através de um espelho, se possível um onde possa ver todo seu corpo,
  • Preste atenção especial a quaisquer alterações ou manchas que apareçam repentinamente,
  • Examine sua pele uma vez por mês.

Os cânceres de pele se desenvolvem principalmente em áreas da pele que são expostas ao sol, incluindo couro cabeludo, rosto, lábios, orelhas, pescoço, tórax, braços e mãos e nas pernas nas mulheres. Mas também pode se formar em áreas que raramente são expostas ao sol como as palmas das mãos, sob as unhas dos pés ou dos pés e sua área genital. Esse mal pode afetar pessoas de todos os tons de pele, incluindo aquelas com pele mais escura.

QUANDO A AÇÃO DE UM ONCOLOGISTA SE FAZ NECESSÁRIA

Ao ser constatado que a anomalia na pele do paciente é câncer, o mesmo deve ser encaminhado para um oncologista. O tipo de tratamento abordado irá dependendo das necessidades do paciente, o que pode ser uma única abordagem ou, se necessário, uma combinação.

CIRURGIA

O tratamento do melanoma sempre começa com sua remoção cirúrgica. Com base na espessura do tumor, os médicos avaliam quanta pele ainda precisa ser removida de todo o entorno da lesão.

RADIOTERAPIA

Em alguns casos de câncer de pele, o médico orienta, irradiando o tumor, o local onde o tumor se formou a metástase. Os tratamentos radioterápicos costumavam destruir total ou parcialmente as células malignas.

QUIMIOTERAPIA

Quanto mais espesso o melanoma, maior a probabilidade de as células tumorais se espalharem pela corrente sanguínea. Eles podem, portanto, afetar vários outros órgãos (pulmão, fígado, cérebro). Normalmente, a quimioterapia é oferecida. O objetivo deste tratamento é interromper a progressão do câncer de pele ou aliviar os sintomas.

IMUNOTERAPIA

Esse tipo de tratamento visa fortalecer os mecanismos de defesa imunológica do paciente contra as células cancerígenas, ainda presentes após outros tratamentos contra o câncer de pele ou em caso de reincidência.

Você pode reduzir os riscos para o câncer de pele, limitando ou evitando a exposição à radiação ultravioleta (UV), proteja-se! Verificar sua pele em busca de alterações suspeitas pode ajudar a detectar o câncer em seus estágios iniciais, e ao perceber alguma anormalidade, vá ao dermatologista urgentemente. É fato que nem todas as alterações cutâneas são causadas por câncer de pele, mas só um médico, após investigar as alterações de sua pele, poderá determinar as causas.

DERMATOLOGISTA

https://solumedi.com.br/services/dermatologista/

ONCOLOGIA

https://solumedi.com.br/services/oncologia/

SOLUMEDI

Consulta e exames que cabem no seu bolso!