fbpx
Agende sua consulta agora

HIGIENE PESSOAL, UMA QUESTÃO DE SAÚDE

Compartilhe este conteúdo

Bons hábitos de higiene são necessários para conservar o bem-estar e a saúde do corpo. Tais hábitos devem ser adotados desde a infância, e cabe ao adulto servir de espelho na prática da boa higiene. Sabemos que um bom banho ajuda a relaxar, auxilia na saúde da pele, e contribuir na relação entre os indivíduos, já que a limpeza transmiti uma imagem positiva.

BOAS PRÁTICAS DE HIGIENE DIÁRIA

O DUCHA OU O BANHO – Sendo a pele o maior órgão do corpo humano, com uma superfície aproximada de 2m², em uma pessoa adulta, a limpeza correta e regular da mesma é fundamental para prevenir doenças causadas por vermes, vírus, fungos e bactérias. Todos temos que tomar, pelo menos um banho por dia, preferencialmente à noite. O ato vai favorecer na remoção da sujeira, do suor acumulado ao longo do dia, como também ajudar o corpo a relaxar.

Para o asseio do corpo o sabonete é essencial e suficiente, pois livra a pele do excesso de sebo gorduroso, dos odores e irritações leves, se houver. No entanto, se você pratica esporte, não hesite em tomar um segundo banho para livrar a pele das toxinas evacuadas durante o exercício, mas não mais, pois corre o risco de danificar sua pele.

A BOA HIDRATAÇÃO

Para favorecer a pele com uma hidratação ideal, os Dermatologistas alertam que a escolha de um produto indicado para o tipo de pele é fundamental. Além disso, lembramos que a técnica de aplicação do produto também é importante. Portanto, a pele deve estar limpa, caso contrário os poros se entopem e causam espinhas, principalmente no rosto. Outra técnica que aumenta o efeito do creme é massagear, pois isso permite que o hidratante penetre mais profundamente e ajude a reativar a circulação sanguínea.

Os Nutricionistas alertam que, uma boa hidratação, também passa por uma dieta rica em frutas, vegetais e o consumo de no mínimo oito copos de água.

CUIDADO DO CABELO – Saibam que lavar o cabelo diariamente não é recomendado! O cabelo deve ser lavado uma ou duas vezes por semana, pois a remoção total da oleosidade pode deixar os cabelos secos. Porém, se o cabelo já estiver seco, muito oleoso ou se houver caspa, um shampoo de tratamento pode ser usado alternadamente com um shampoo normal e suave. Isso permite preservar a eficácia do xampu de tratamento e não agredir os cabelos ou o couro cabeludo.

Para secar, é recomendado usar uma toalha antes de usar o secador, mantendo uma distância de 15 cm entre o secador e o couro cabeludo ou cabelo. Além disso, não se deve usar o ar muito quente, para evitar damos aos fios e também possíveis queimaduras.

LAVAR AS MÃOS COM REGULARIDADE – As mãos ficam muito mais sujas do que o resto do corpo e, lavá-las com frequência, é uma das maneiras mais óbvias de prevenir a propagação de doenças como covid-19, resfriados, gastroenterites, entre outras. Portanto, usando água, sabonete líquido ou sabão, as mãos devem ser lavadas por mais ou menos 60 segundos. Lembrando que, se não for possível lavar as mãos com água e sabão, usar álcool em gel. Lembre-se, lavar sempre as mãos:

  • Antes das refeições.
  • Após atividades manuais,
  • Após ir ao banheiro,
  • Depois de tocar em objetos sujos.

AQUI ESTÃO AS ETAPAS A SEGUIR PARA UMA LAVAGEM PROFUNDA

  • Molhe as mãos com água e aplique sabonete líquido suficiente para fazer espuma em ambas as mãos;
  • Descanse a palma direita nas costas da mão esquerda, entrelace os dedos, esfregue entre os mesmos, e vice-versa;
  • Esfregue palma com palma e continue a entrelaçar os dedos;
  • Lave os pulsos;
  • Use as unhas de um dedo para limpar sob as unhas dos outros dedos,
  • Enxágue e seque bem, as mãos.

UM ROSTO LIMPO E PROTEGIDO – Assim como a das mãos, a pele do rosto é muito exposta às agressões externas. No início do dia, o rosto deve ser lavado com água e sabonete ou gel espumante para remover da pele a transpiração e sebo produzidos durante a noite. Para que fique protegido das agressões externas, toxinas, vento, sol ou frio, o rosto deve ser hidratado com creme apropriado, ou fazer uso de produtos de maquiagem ou barbear, que também proporcione a hidratação.

À noite, para retirar a maquiagem e a pele possa respirar e ficar livre das impurezas acumuladas ao longo do dia, o uso do demaquilante se faz necessário. Após a remoção dos produtos e impurezas com demaquilante, o rosto deve ser lavado com sabonete ou gel, e hidratado assim que estiver seco.

HIGIENE BUCAL – Cuidar da higiene bucal não só permite exibir um sorriso branco e brilhante, como também preveni problemas dentários como: cáries, gengivite e outros distúrbios. Se possível, escovar os dentes após as refeições e usar o fio dental para remover bactérias que estão alojadas entre os dentes e não acessíveis com uma escova de dentes. A escova de dente deve ser trocada, pelo menos, três ou quatro vezes por ano.

HIGIENE ÍNTIMA – A área íntima é muito sensível e propensa a germes. Alterações hormonais, excesso de umidade e falta de higiene pessoal podem alterar a flora local e causar várias infecções. Portanto, a higiene da área íntima deve ser feita uma ou duas vezes ao dia, usando géis de pH neutro. Lembramos também que o local deve ser lavado de frente para trás e nunca ao contrário, para evitar germes. Após a limpeza, uma toalha limpa deve ser usada para secar.

A flora vaginal, por exemplo, é composta por um conjunto de germes e bactérias que auxiliam na defesa contra as agressões externas e possíveis inconvenientes femininos, como a infecção por fungos. Assim, os Ginecologistas aconselham evitar o uso de desodorantes íntimos e produtos antissépticos à base de sabão ou álcool, pois além de causar irritação e alergias, podem mascarar odores, que são um sintoma aparente de infecção.

HIGIENE DO NARIZ – Costumamos não dedicar a devida atenção a higiene do nariz. Por ele, eliminamos regularmente as secreções presentes nas cavidades nasais para garantir uma respiração ideal e evitar a infiltração de bactérias no corpo. Portanto, no banheiro, posicione-se em frente ao espelho, aponte o nariz na direção do ralo da pia, com a cabeça levemente inclinada para a frente e a boca aberta. Com uma seringa sem agulha, pegue de 10 a 20 mililitros de soro fisiológico e aplique em cada uma das narinas. A lavagem auxilia a remover agentes externos potencialmente prejudiciais ao corpo como: poluição, poeira, vírus e bactérias.

Ter pelos saindo das narinas e não fazer nada sobre isso é um erro grave. Visualmente não é agradável, o que faz necessário aparar os fios que ultrapassam os limites da narina, e para isso é recomendada uma tesourinha de pontas arredondadas. A pele do nariz é extremamente sensível e repleta de vasos sanguíneos, por isso, é necessário ter muito cuidado e não adentrar à cavidade nasal.

HIGIENE DO OUVIDO – Para uma limpeza segura, os Otorrinos aconselham não usar cotonetes, pois eles podem empurrar o excesso da cera para dentro do ouvido e causar perda temporária de audição. Use um lenço de papel simples ao redor do dedo mínimo para limpar a entrada do canal auditivo, e se você tiver um excesso perturbador de cera no ouvido, recorra aos sprays de limpeza vendidos em farmácias.

No entanto, a limpeza das orelhas não se limita ao interior. A parte externa também deve ser limpa. A poeira e outros resíduos se acumulam ao redor das orelhas e no pavilhão auricular podem infiltrar-se no canal auditivo e causar distúrbios. Para essa limpeza, após o banho, podemos fazer uso da toalha úmida, aproveitando que a área está molhada.

CUIDADOS COM OS PÉS – Uma boa higiene dos pés envolve lavagem suave, secagem completa e hidratação regular. A secagem adequada evita o risco de infecções por fungos nos pés (pés de atleta). A hidratação pode ser precedida de uma esfoliação que elimina a pele morta ou acompanhada de uma massagem que relaxa e contribui para uma boa circulação sanguínea.

Lembramos que a troca das meias todos os dias ou após cada período de suor, é necessária para evitar a infecção por fungos.

A DEPILAÇÃO – Uma boa depilação é feita em pernas limpas e hidratadas. A hidratação ajuda a prevenir pequenas espinhas vermelhas que podem aparecer após a depilação. Para evitar problemas de pelos encravados, é importante seguir as recomendações de uso da ferramenta escolhida: o uso do barbeador é sempre feito de baixo para cima, assim como na depilação com a cera. Mas, considere sempre o uso de um hidratante após cada depilação.

SOLUMEDI

CONSULTAS E EXAMES QUE CABEM NO SEU BOLSO!

COMO CUIDAR DA SAÚDE ÍNTIMA FEMININA NO VERÃO

PRINCIPAIS CUIDADOS QUE EU DEVO TER COM MINHA PELE

O MELHOR PROTETOR SOLAR INDICADO PELOS DERMATOLOGISTAS

LAVAR AS MÃOS – UM ATO DE PROTEÇÃO