CORONAVÍRUS NO BRASIL!

CORONAVÍRUS NO BRASIL!

Para surpresa de todos, após o alivio de ver os 58 brasileiros resgatados de Wuhan, na China, liberados da quarentena, o primeiro caso de Cavid-19 foi confirmado no Brasil. Um homem, de 61 anos que havia viajado recentemente para a Itália, deu entrada no Hospital Albert Einstein com sintomas como febre, tosse seca e dor de garganta.

Em menos de 24h os casos suspeitos passaram de 20 para 132 e já estão em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Com a rápida disseminação do vírus no país, as autoridades brasileiras passaram a avaliar com mais cuidado os passageiros vindos da Itália, Alemanha, França, Austrália, Filipinas, Malásia, Irã e Emirados Árabes. Tais medidas também foram adotadas diante dos números alarmantes no mundo onde já existem 78.190 casos na China, origem do vírus, com 2.718 mortos e 44 mortes contabilizados no outros países.

A OMS ainda classifica o Covid-19 como emergência global, colocando em alerta apenas países onde haja transmissão interna com mais de cinco infecções dentro de um território, enquanto autoridades defendem que o avanço seja considerado uma pandemia e que sejam incluídas na lista de alerta todas as nações que tenham registro de infecção em pessoas que chegam de viagens internacionais.

Campanha de Vacinação Antecipada

Devido ao cenário de incertezas o governo federal anunciou que vai antecipar a campanha de vacinação para 23 de março. O objetivo é facilitar o diagnóstico do coronavírus, pois as doenças contempladas na vacina não serão consideradas quando, em consulta, o profissional de saúde for informado que o possível suspeito foi vacinado na campanha.

A TRANSMISSÃO DO VÍRUS

Através de Superfícies

Segundo estudos, o vírus, espalhado através de gotículas de saliva e secreção quando o individuo tosse ou espirra, mantém-se ativo nas superfícies por vários dias, dependendo do clima e umidade. A transmissão ocorre que a pessoa toca na superfície e leva a mãos aos olhos, nariz ou boca.

Quando em casa, em caso de alguém gripado, é recomendado limpar as superfícies com desinfetante, lavar sempre as mãos com água e sabão e evitar tocar nos olhos, na boca ou no nariz. No entanto, fora de casa, além das medidas preventivas já mencionadas, se não houver a possibilidade de higienizar as mãos com água e sabão, use o álcool em gel.

Através do Ar

O vírus também é transmitido, através de gotículas transportadas pelo ar. Certamente, ao inalar o ar contaminado com Covid-19, o individuo, em alguns dias, estará apresentando os sintomas e fará parte

dessa crescente estatística. Neste caso, as medidas preventivas é evitar aglomerações, manter no mínimo um (1) metro de distância de outras pessoas, não compartilhar copos, talheres e outros objetos e fazer as higienizações sempre que possível.

Quando estiver gripado, deve adotar algumas medidas para evitar a disseminação do vírus. Use mascara e lenço descartável, cubra a boca e nariz sempre que espirrar e higienize as mãos logo em seguida. No entanto, se manteve contato com alguém que está sob suspeita de contaminação e apresentar sintomas como febre, tosse seca e dor de garganta, dirija-se a uma unidade de saúde.