COVID-19! HISTÓRIAS DE VITÓRIA E SUPERAÇÃO

COVID-19! HISTÓRIAS DE VITÓRIA E SUPERAÇÃO

Apesar de ainda não existir vacina para o coronavírus e o mundo está preocupado com a disseminação e medidas de prevenção, os casos crescentes de curados, no mundo, desperta esperança e confiança. O vírus que não faz distinção entre suas vitimas e desafia a ciência, levou milhares de infectados a descobrir a força e vontade necessárias para superá-lo e poder estar contando suas histórias.

 

Após apresentar os sintomas, o ortopedista Henrique de Souza Rodrigues de 31 anos, ficou quase uma semana internado na UTI do Hospital São Luiz, em São Caetano do Sul (SP), com tosse, febre alta e grave falta de ar. Passada a fase de internação e isolamento social em casa, ele se recupera de uma sequela do coronavírus, uma pneumonia, mas já é considerado curado da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Ao falar sobre como é estar curado de uma doença que aterroriza o mundo inteiro, o médico procura minimizar: “Não é um bicho de sete cabeças”. Mas relata ter passado por momentos preocupantes na UTI… Toda matéria no link abaixo!

https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2020/03/24/ortopedista-curado-coronavirus-sao-paulo.htm

 

Ada Zanusso, Italiana de 104 anos que já era viva na época da gripe espanhola resiste ao coronavírus, se tornou uma das pessoas mais velhas da qual se tem notícia a se recuperar da Covid-19. Ada sentiu os primeiros sintomas em 17 de março. Ela teve febre, vômito e dificuldade para respirar e foi imediatamente internada.

“Ela não está deitada na cama, está de pé e é capaz de caminhar até sua cadeira. Ela não perdeu sua lucidez e inteligência”, disse Marchese ao jornal The Sun, afirmando que Ada se transformou em um símbolo de esperança para todos os pacientes do hospital.

http://www.saoroquenoticias.com.br/noticia.asp?idnoticia=28088

 

William Lapschies completou 104 anos de vida no dia 01-04-04 e além do aniversário, celebrou o fato de estar curado do novo coronavírus. A comemoração teve direito a visita de alguns familiares, que respeitaram uma distância de segurança, na casa de repouso onde Lapschies mora, nos Estados Unidos.

https://oimparcial.com.br/brasil-e-mundo/2020/04/idoso-comemora-104-anos-apos-ser-curado-do-novo-coronavirus/

 

O arquiteto Felipe Torelli conta que o primeiro sintoma começou no dia 20 de março. Torelli explica que começou a tomar um remédio recomendado para evitar ir ao hospital durante a pandemia, mas a persistência dos sintomas fez com que ele fosse a uma unidade de saúde, onde descobriu que estava com 25% do pulmão comprometido. Atualmente, depois de duas semanas em casa, o arquiteto se recuperou e decidiu contar sua história para deixar como alerta para outras pessoas.

Após se recuperar, o arquiteto diz que quer fazer os exames para saber se ficou com alguma sequela da doença, mas revela que está esperando a situação se acalmar nos hospitais para se sentir mais seguro.

https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/mais-saude/noticia/2020/04/14/arquiteto-curado-do-coronavirus-faz-relato-piores-semanas-da-minha-vida.ghtml

 

Entre 8 e 14 de março, Tatiane de 41 anos e o marido, Alexandre Martins, 45 anos, haviam percorrido a costa brasileira em um cruzeiro de férias. No dia 17, em casa, ela percebeu os sinais de um resfriado. Dois dias depois, sentia falta de ar e dores — na cabeça, garganta e principalmente nas articulações. Não acreditava que pudesse ser o coronavírus, mas alertou o grupo de 50 amigos que participaram do cruzeiro (mais dois testaram positivo) e procurou atendimento no Hospital Dom João Becker. Passou a ser considerada um caso suspeito. Recolheu uma amostra para exame e foi mandada para casa, com a orientação de permanecer em isolamento…

https://gauchazh.clicrbs.com.br/fique-bem/noticia/2020/04/parece-que-tu-estas-toda-esmagada-relata-tatiane-41-anos-sobre-a-covid-19-ck8knpl6901fw01o57q3gjhbm.html

 

A empresária do turismo de Cianorte (Noroeste) Nilsara Coelho, 62, está entre os 36 paranaenses que tiveram diagnóstico positivo para o coronavírus. Ela contraiu a doença entre o final de fevereiro e o início de março, durante viagem ao Oriente Médio. Do surgimento do sintoma até a alta hospitalar, foram 14 dias em tratamento. A confirmação de que havia contraído o covid-19 só veio na véspera do seu retorno ao lar. “(Saber que era coronavírus) não fez diferença nenhuma porque eu estava bem. Nem pensei que eu iria morrer. Pensava na minha recuperação”…

https://www.bonde.com.br/bondenews/parana/mulher-de-cianorte-conta-como-foi-curada-do-coronavirus-514139.html

 

Na França, para os idosos, “A norma é se curar”. Entre os 7.132 pacientes com covid-19 que se curaram e puderam deixar o hospital, estão vários idosos que contam com emoção a superação da doença. Eles pertencem ao grupo de alto risco, por isso, os relatos de idosos que conseguiram se recuperar do coronavírus são encorajadores.

Testemunhos de pessoas mais velhas que saíram curadas de hospitais começaram a crescer nessas ultimas semanas. Os ex-pacientes estão entre os primeiros infectados no país, em fevereiro, quando a epidemia começou na França…

http://www.rfi.fr/br/fran%C3%A7a/20200330-a-norma-%C3%A9-se-curar-relatos-de-idosos-que-sobreviveram-%C3%A0-covid-19-se-multiplicam-na-fran%C3%A7a

 

Apesar dos 23 anos, Karina Correia se enquadra no grupo de risco por ter problema cardíaco e asma. Por isso, teve medo do diagnóstico quando começou a suspeitar que poderia ter contraído o novo coronavírus.

A designer de moda, que mora com mãe, irmã e avó, começou a apresentar sintomas de uma gripe normal, febre e tosse, no dia 14 de março. Como já havia um caso confirmado no prédio, um idoso que ela encontrou no elevador, começou a ficar no quarto, isolada do restante da família para se precaver.

Cinco dias depois, os sintomas não haviam cedido, e seguindo as instruções do médico foi a ao hospital, acompanhada da mãe, e só conseguiu realizar o exame porque seu médico trabalhava no hospital e explicou que ela estava entre os pacientes que poderiam ter um quadro agravado, por suas condições de saúde…

https://pleno.news/brasil/cidades/jovem-asmatica-e-curada-da-covid-19-me-sinto-abencoada.html

 

Mais alguns pacientes curados de coronavírus falam sobre o processo de recuperação da doença. Confira!

https://www.youtube.com/watch?v=XJ0EFJezgfs